Clube do Batom | Mulheres, aproveitem SEM moderação!

Home
Ida ao Clube do Batom por Lud Figueira, integrante do Papo Calcinha!

A Calcinha Gisele, havia comentado comigo que a boite dois a dois, bem conhecida por ser uma casa de swingers, estava abrindo as portas para uma noite só das mulheres. Ela havia ido à inauguração e me disse:

- Lud, não tem como explicar, você precisa ir!

A curiosidade me consumiu. Mas precisava de uma cúmplice.

Chamei uma amiga e ontem, fomos ao tal clube do batom. Claro que não esqueci as recomendações que estavam no site(  www.clubedobatom.com.br). Coloquei meu salto e, segundo as regras que eu li, não esquecer de colocar uma calcinha bem bonita e sensual. Pois bem! Segui todos os passos e fui me perguntando o porque da tal calcinha.

Entrei no taxi, toda montada, ás 19hs da noite e segui rumo à rua Figueiredo Magalhães, em Copacabana. Ao chegar, havia mulheres terminando seus cigarros e se preparando para entrar. O som do DJ, bombando. Animado ao menos seria.

Uma moça bem simpática, com uma coroa de princesa na cabeça explica: –Aqui nesta prateleira vocês podem começar a se produzir: coroas de princesas, echarpes, arco de diabinha, perucas, máscaras…

Mais a frente, uma lojinha estilo sexshop, ao lado um maquiador profissional, para deixar todas bem bonitas. Seguindo, um salão amplo, com strippers fazendo pole dance, um bar com seu barman preparando drinks bem exóticos e um tequileiro, com sotaque espanhol, vestido de caubói com uma cartucheira cheia de copinhos, limão, sal e claro, uma garrafa de tequila. Esse tal tequileiro, era o responsável para receber as mulheres e deixá-las mais a vontade. Bem sedutor, pedia as meninas para consumirem a tequila que, assim, ao término de cada garrafa uma peça de roupa ele tirava….

Vi uma escada e perguntei a tal moça simpática o que tinha no andar de cima. Gentilmente ela me encorajou a subir. Em uma escuridão típica de “inferninhos”, havia várias cabines: Uma sala com uma cama redonda, um quarto com uma porta tipo cela de cadeia, um carro antigo onde você pode fazer fotos sensuais, banheiros e mais quartos exóticos.

Desci para ver o show. Ao lado do palco central, uma stripper – locutora, que apresentava os serviços da casa como: Massoterapia, maquiagem, foto sensuais…

Garanti meu lugar ao lado do palco e o primeiro gogo boy foi anunciado.

Me desce um homem,vestido de bombeiro, e começa a dançar sensualmente. Desce do palco e agarra uma das muitas mulheres que estavam aos berros: “gostoso”, “tira tudo”, “delícia”… Ele a levanta (e faz o vestido da moça levantar inteiro-agora entendi o porque da calcinha…), passa a mão pelo seu corpo, beija seu pescoço e a devolve para a platéia. Escolhe outra “vítima”, ela tira sua camisa e ele pega suas mãos e passa naquele “tanquinho”, sem barriga alguma. Ele a coloca de quatro e faz movimentos sensuais. Escolhe outra, fica de cueca e coloca a mão da próxima em seu… DOCUMENTO. Ela vira para as mulheres na platéia e diz: É de verdade, se referindo ao, vocês sabem o que do dançarino… Ele termina sue desempenho completamente NU. Depois, o dançarino segue até a um chuveiro que fica dentro da outra pista de dança, numa cabine, e toma banho, levando a mulherada ao delírio!

No andar de cima, um gogo boy está dentro de um quarto esperando a mulherada para passar seis minutos com ele, de olhos vendados..

A noite segue mostrando não só bombeiros como: fazendeiro, policial do bope, até o fantasma da ópera aparece para fazer uma graça!

Gente vale à pena conferir:

Entrem no site e não perca o próximo!

Beijos

Lud Figueira

@ludfigueira

 

Fonte:  15/12/10

http://multishow.globo.com/platb/papocalcinha/2010/12/15/clube-do-batom-por-lud-figueira/

27 Voto(s)

0 Comentário(s)

Mande seu comentário!